Livros

OS LIVROS

Obras literárias

Horizontes Poéticos​

Tanto na vida como na poesia, tudo o que escrevemos ou pensamos é ponderado e sentido. Nada disto fazia sentido se por trás não tivesse o apoio da familia e amigos que tanto incentivaram a avançar com um projecto literário. Incentivaram a entrar em concursos, e claro a escrever para ser publicado.

A todos vós o meu muito obrigado ! O meu obrigado também ao Luis "Guta" Gomes pelo prefácio que escreveu, pois sabedoria e amizade é o nome do meio deste meu amigo. Conseguiu de forma clara e concisa descrever quem sou e quem quero ser. Aproveitem para ler, está um trabalho interessante.

Um trabalho que fala da vida, do amor, das diferenças e indiferenças. De quem sou e quem quero ser.


Horizontes Poéticos

                                       No Silêncio da poesia

Tudo acontece no silêncio, como se fosse uma bela sinfonia.

É por causa do silêncio que tudo existe: do silêncio surge a música e a arte nasce com ele.

A inspiração, a poesia e a bela música, surgem no silêncio. Todos nós a escutamos baixinho e ela vai para além de nós, para além da nossa alma.

Onde cessa a fala começa a música.

E foi nesses pontos que nasceu " No Silêncio da Poesia ".

No silêncio as mais belas palavras são escritas e soletradas na mais bela canção, como é o tema " Despedida", canção da minha autoria e orquestração do Mestre Dino Balula.

Como dizia o Poeta e Filósofo Fernando Pessoa " Deus quer, o homem sonha e a obra nasce" .

E assim nasceu a segunda obra literária poética.

É do silêncio, das pequenas coisas, dos pequenos momentos que nasce a inspiração.

Como é bom poder olhar o mar, sentir aquela paz de espirito e poder escrever.

Sobe o pano, acendem as luzes e acção !

Nasceu esta obra onde sou o protagonista deste espectaculo e onde sou o actor principal deste grande teatro que chamo de vida !